Projeto Ambiental – Coração Eucarístico

Apenas outro blog WordPress.com

Oficinas de Reaproveitamento

Reciclagem é a reaproveitamento de materiais para transformá-los em novos produtos.

RECICLAGEM DO PAPEL

Material:

- papéis usados que você descartaria no lixo, como embrulhos, caixas, folhas, envelopes, revistas, sobras de cartolina, cartões, jornais, etc.;
- um recipiente (como lata de leite, vidro grande, etc) para cada tipo de papel;
- liqüidificador;
- bacia funda;
- peneira plástica de fundo plano (ou tela pregada em moldura de madeira), que caiba na bacia (com certa folga);
- jornais (para secar os papéis) panos velhos.

Modo de Fazer:

1 – Pique os papéis, cada tipo ou cor numa vasilha com água. Deixe de molho por 24 horas. (O papel pode ficar de molho por semanas, desde que em recipientes limpos).

2 – Coloque uma xícara deste papel umedecido no liqüidificador, com água até 3/4. A própria “água do molho” pode ser aproveitada. Bata a mistura aos poucos e sinta com a mão até obter a textura desejada.
Batendo pouco, você obterá uma mistura com “pedacinhos” do papel original, às vezes até com letras inteiras.
Quanto mais você bater, mais homogênea ficará a mistura. Mas não bata demais; isso deixa o papel quebradiço, e não mais fino.

3 – Despeje o papel batido na bacia com água até a metade. Agite a mistura com a mão para as partículas de papel não assentarem no fundo.

4 – Mergulhe a peneira pela lateral da bacia até o fundo, subindo-a lentamente, sem incliná-la, “pescando” as partículas em suspensão.
Uma camada de papel se forma sobre a peneira.
Se desejar um papel mais grosso, adicione papel batido à bacia, agite e peneire novamente.

5 – Passe a mão várias vezes sob a peneira inclinada para escorrer a água.

6 – Coloque a peneira sobre jornal, para secar a superfície inferior. Troque o jornal até que este não fique mais molhado.

7 – Ainda sobre o jornal, cubra a peneira com um pano e aperte como uma massa de torta na forma, para secar a superfície superior da folha.
Use vários panos até que estes não fiquem mais molhados. O papel ainda estará úmido, mas não deverá molhar a mão no toque.


8 – Vire a peneira sobre jornal seco e dê vários tapas no fundo. A folha deve soltar. Se o papel estiver muito úmido a folha não cai, (daí desvire a peneira e repita a etapa 7).

9 – Coloque a folha entre jornais secos, e deixe-a secar até o dia seguinte.
Pronta, esta folha poderá ser escrita, cortada, dobrada , colada, pintada, datilografada, enfim, usada como papel.

As sobras de papel picado ou batido podem ser peneiradas, espremidas e guardadas em potes tampados para futura reciclagem, ou descartadas separadamente para coleta seletiva e reciclagem industrial. A água que sobra na bacia pode ser despejada no vaso ou no jardim.

FONTE: www.setorreciclagem.com.br

USP Recicla
Ilustrações: Francine Sakata e Fábio Namiki

SABÃO FEITO COM ÓLEO DE COZINHA

imagewrap_002[1]

Ingredientes
2 litros de óleo de cozinha usado
350 g de soda cáustica em escama
350 ml de água

Modo de preparo
Dissolva a soda cáustica na água em uma vasilha reforçada, pode ser uma lata de tinta de 18 litros. Reserve.
Coloque o óleo, já coado, em um recipiente e leve ao fogo até aquecer em temperatura aproximada a 60ºC. Apague o fogo e, em seguida, acrescente a soda, já dissolvida, e mexa até engrossar por 20 a 30 minutos. Despeje o conteúdo em fôrmas de sabão e aguarde a secagem.

IMPORTANTE: ao dissolver a soda cáustica, use luvas e óculos de proteção para evitar acidentes.
LEMBRE-SE: deixe o sabão em descanso depois de pronto por alguns dias, antes de usá-lo.

 

BOLSA CAIXA DE LEITE

FONTE: www.artesanatonarede.com.br

Material:

  • Caixa de longa vida
  • Papel Kraft natural
  • 02 sépalas (flor do coco verde)
  • Hastes de coqueiro
  • Papel sulfite ou qualquer papel liso
  • Corda (sisal)
  • Palha da costa tingida
  • Cola quente
  • Cola branca
  • Rolinho de espuma
  • Pincel
  • Bandeja de isopor
  • Tesoura
  • 01 objeto pontudo

Modo de fazer:

1 Abra a parte superior da caixa e corte a borda superior no local onde já existe a própria dobradura.
2 Forre a caixa com o papel branco para eliminar os caracteres impressos. Coloque a cola na bandejinha de isopor para passar o pincel, a mão esquerda (destros) dentro da caixa e passe a cola com o rolinho. Ponha o papel e passe a mão para aderir bem. Vá contornando toda a caixa.
3 No fundo da caixinha, use o pincel para colar. Deixe secar por 10 minutos.
4 Amasse e desamasse três vezes o papel, para obter um bonito efeito.
5 A medida do papel é de 32cm x 21cm.
6 Comece a revestir pela metade da lateral menor, deixando 1cm para o acabamento.
7 Passe a cola e coloque a folha já posicionada.
8 Caixa posta sobre o papel.
9 Após colar todas as laterais, passe o rolinho para o acabamento no fundo. Passe a cola e faça a finalização como se estivesse embrulhando um presente.
10 Finalize a parte superior com a sobra de 1cm de papel e passe a cola com o pincel.
11 Pegue a palha da costa, acerte cerca de 08 fios, faça um laço simples, acerte bem o laço. Com a cola quente, fixe o laço na posição sugerida.
12 Corte os excessos da palha.
13 Cole as hastes do coqueiro, no centro do laço.
14 A seguir, corte as hastes da cépala do coqueiro.
15 Cole as hastes.
16 Procure a melhor posição para colar as flores com a cola quente.
17 Corte 02 cordinhas de 33 cm cada.Calcule o local que vão ser feitos os furos: 1,5 cm de altura e 02 cm na largura. Faça esta marquinha a lápis, de cada lado da caixinha.
18 Com algum objeto pontiagudo (use com cuidado!) faça os 04 furinhos.
19 Passe as cordinhas e dê um nó para fixá-las. Faça isso nas 04 pontinhas.
20 Veja na foto como as alcinhas ficam estranhas…
21 Para posicioná-las bem retinhas, passe cola quente nas laterais Pronto, sua caixinha está linda!
22 Caixa finalizada.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: